SOS CANGUARETAMA

SOS CANGUARETAMA

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

CUSPINDO NO PRATO QUE COMEU

Em artigo, Marta Suplicy critica Dilma e PT e diz que faltou transparência
Senadora Marta Suplicy (PT-SP) voltou a criticar nesta terça-feira, 27, a presidente Dilma Rousseff e a condução da política econômica, gerida sem “transparência”, “confiança” e “credibilidade”. Após listar uma série de problemas que o País atravessa, da economia à saúde, a senadora decreta: “A peça se desenrola com enredo atrapalhado e incompreensível. O diretor sumiu”, escreve Marta, repetindo na última frase o título do artigo publicado na edição de hoje do jornal Folha de S. Paulo.
O texto de Marta Suplicy tem críticas às recentes medidas adotadas pela equipe econômica da presidente, chamadas de “maldades”, e diz que Dilma está “fazendo a vaca engasgar de tanto tossir”. “É óbvio que ela sabe o tamanho das maldades que estão sendo implementadas para consertar a situação que, na realidade, não era rósea como foi apresentada na eleição”, afirma.
Por outro lado, Marta diz que falta apoio de Dilma aos nomes que escolheu e acusa a presidente de “desautorizar” um membro da equipe. Marta se refere ao caso da mudança da regra do salário mínimo, anunciado pelo ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, e desmentido em nota no dia seguinte. “A situação persiste sem clareza do que pensa a presidenta”.
Marta coloca a presidente na mira também do PT ao lembrar das críticas feitas pela Fundação Perseu Abramo às medidas impopulares adotadas no início deste segundo mandato. As críticas da senadora se estendem também ao PT – hoje insatisfeito com a presidente, mas que “vive situação complexa”. Marta acusa seu partido de ter “embarcado no circo de malabarismos econômicos” e prometer um futuro sem agruras, mas “agora está atarantado sob sérias denúncias de corrupção”.
Para a senadora, faltou transparência ao governo na condução da política econômica e no discurso eleitoral. “O simpatizante PT não entende o porquê. Se tudo ia bem, era necessário alguém para implementar ajustes e medidas tão duras e negadas na campanha? Nenhuma explicação”, argumenta.
Fonte: Terra

PF REALIZA OPERAÇÃO ITARETAMA

PF faz operação para investigar fraudes envolvendo prefeituras, Caern e DNOCS
A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (27), em Natal, a Operação Itaretama, que objetiva desarticular uma associação criminosa que fraudava licitações em prefeituras do interior do Rio Grande do Norte e na Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), além de direcionar obras promovidas pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS) e de desviar recursos públicos.
A investigação da PF teve início ainda no primeiro semestre de 2014 e revelou que servidores do DNOCS mantinham estreito relacionamento com empresários do setor de engenharia, fazendo com que contratações tenham sido direcionadas e licitações indevidamente dispensadas ou fraudadas. 
As suspeitas recaem principalmente sobre as obras de construção de açude no Assentamento 3 de agosto (Pau de Leite), da adutora de Jucuri, em Mossoró e na adutora de engate rápido de Jucurutu, ambas situadas na Região Oeste do estado. 

Há indícios de que as obras não foram devidamente fiscalizadas durante sua execução, com prejuízo ao Erário e, também, há fortes suspeitas de corrupção ativa e passiva. Paralelamente, parte do grupo investigado estaria combinando propostas de licitações em prefeituras do RN e na CAERN.
Cerca de 30 policiais federais estão cumprindo 7 mandados de busca e apreensão.O nome da operação significa “Região de Pedras” e, no passado, foi a denominação do município de Lajes/RN, local onde foi construída a primeira das obras sob suspeita.
Fonte: Tribuna do Norte

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

ENQUANTO NO INTERIOR PRATICAMENTE NÃO EXISTE FISCALIZAÇÃO.


Operação Lei Seca retém 51 CNHs na Rota do Sol

Na madrugada do último domingo (25), fiscais da Operação Lei Seca apreenderam 51 carteiras de habilitação em blitz localizada na Rota do Sol. Deste total, cinco condutores foram flagrados com alto teor alcóolico no organismo e foram conduzidos à delegacia. 

Durante as abordagens foram realizadas 372 testes do bafômetro e 38 veículos foram notificados por estarem estacionados em áreas proibidas. 
A Operação Lei Seca é desenvolvida pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) juntamente com o Comando de Policiamento 
Rodoviário estadual (CPRE). O motorista flagrado dirigindo embriagado é punido com apreensão da CNH, além da multa no valor de R$1.915,30. Se o teste acusar a partir de 0,34 mg/l de álcool por litro de sangue no organismo ele também é preso e responderá penalmente pelo crime, que pode resultar em punição de seis meses a três anos de prisão.
 De janeiro a dezembro de 2014 a Coordenadoria de Educação e Fiscalização de Trânsito do Detran/RN autuou 3.181 motoristas nas barreiras da Lei Seca. Desse total, 793 condutores, ou seja 24,93%, além das punições administrativas previstas no CTB, vão responder a processo criminal por ser verificado que o índice de álcool por litro de sangue configurava crime de trânsito.


Fonte: Tribuna do Norte

QUEM PAGA É O POVO COMO SEMPRE.

Aumento de salários foi alternativa para atrair bons secretários, diz Robinson

O Governo do Estado se posicionou sobre a divulgação do aumento nos salários dos governadores do país e também sobre os reajustes para membros do primeiro escalão. Em nota divulgada hoje (26), o Governo afirmou que o salário de Robinson, apesar do reajuste de 100%, é o quarto menor do Brasil entre os 13 governadores que tiveram reajuste.

Argumentando que os reajustes para os cargos de governador, vice e membros do primeiro escalão foi aprovada em 2013, quando ainda não era governador, Robinson disse que esse foi "o único caminho encontrado para atrair bons quadros técnicos e montar, assim, uma equipe comprometida com o novo projeto de modernização da maquina pública para desenvolver o estado do Rio Grande do Norte".
Em 2013, a Assembleia Legislativa aprovou 
reajuste nos salários dos secretários, que saltaram dos R$ 8 mil para R$ 14 mil.

Veja a nota:
Com relação à reportagem 13 ESTADOS AUMENTAM SALÁRIOS DO PRIMEIRO ESCALÃO DO GOVERNO, publicada no Estado de São Paulo deste domingo, 25, o Governador Robinson Faria esclarece que o salário do Rio Grande do Norte é o quarto menor da lista de treze, levantada pelo jornal.  
O aumento em questão foi definido em dezembro de 2013, na gestão passada, por meio de um Projeto de Lei aprovado pela Assembleia Legislativa, equiparando o salário do chefe do Executivo Potiguar ao dos seus correlatos em outras unidades da Federação.
Com relação ao reajuste dos salários dos secretários de Estado, o Governador ressalta que foi o único caminho encontrado para atrair bons quadros técnicos e montar, assim, uma equipe comprometida com o novo projeto de modernização da maquina pública para desenvolver o estado do Rio Grande do Norte.
O Governador ressalta ainda que está adotando medidas de contenção de despesas tais como a extinção da Residência Oficial do Governador e dos custos que ela representava,  a revisão de contratos e o enxugamento  da máquina pública para reduzir gastos e aumentar o percentual de investimentos em áreas prioritárias como segurança, saúde e educação.

Fonte: Tribuna do Norte

PREFEITURA DO NATAL ABRIRÁ CONCURSO PÚBLICO


Prefeitura abrirá concurso público para a Secult neste primeiro semestre

"Criamos a Secult e vamos fazer um concurso público para estruturar a Secretaria ainda neste primeiro semestre", afirmou o prefeito Carlos Eduardo, na manhã desta segunda-feira (26), ao receber o segmento das artes visuais no Salão Nobre do Palácio Felipe Camarão. O chefe do executivo municipal reconheceu a precariedade de funcionamento da Secult (a Secretaria Municipal de Cultura), que, segundo ele, absorve os recursos humanos da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte). “A deficiência de recursos humanos é patente. Eu acredito que o concurso será levado a efeito já neste primeiro semestre. A gente tem que se superar. O exemplo disso foi o Natal em Natal”, lembrou.
A reunião com o prefeito e o secretário de Cultura, Dácio Galvão, era um pleito do segmento, por meio do Fórum de Artes Visuais. Na ocasião, foi entregue um documento com sugestões e reivindicações aos gestores.
De acordo com Carlos Eduardo, há um desejo e um compromisso da gestão em priorizar a cultura.  Ainda segundo ele, foram gastos no Natal em Natal R$ 15 milhões, sendo R$ 5 milhões de recursos próprios da Prefeitura. “Começamos do zero em 2013 e conseguimos significativos avanços. As artes visuais precisam fazer o que está fazendo, que é sentar com o poder público. Essa reunião é a primeira de uma série de outras que deverão ocorrer”.

Na ocasião, o prefeito lembrou que o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte pode ser uma referência de Natal para as artes visuais, com a instalação do Museu Aberto de Esculturas. Ele aludiu, ainda, aos painéis colocados em canteiros centrais pela Prefeitura. “Precisamos ganhar as praças da cidade. As obras nos canteiros centrais estão agradando a população e aos turistas. Cultura é economia criativa”, ressaltou.
Em 2014, a Prefeitura lançou os seguintes editais: Ocupação das Galerias Newton Navarro e Abraham Palatnik (R$ 50 mil), Museu Aberto de Esculturas (R$ 80 mil), 16° Salão de Artes Visuais (R$ 120 mil) e o edital Moacy Cirne de Quadrinhos (R$ 50 mil), além do Fundo de Incentivo à Cultura (FIC), que abraçou cinco projetos, cada um no valor de R$ 10 mil, e a renúncia da Lei Djalma Maranhão, no valor de R$ 197.684,00. O total de investimentos em editais foi de R$ 350 mil, e o investimento total na área atingiu R$ 547.684,00. Para 2015, a Prefeitura, por intermédio da Secult, planeja lançar os editais de Decoração Natalina, Painéis Luminosos e do Dia Internacional do Grafite.  

Fonte: Tribuna do Norte

PACTO PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA


Alfabetização entra em novo ciclo
Está previsto para abril o início do terceiro ciclo do Pacto pela Alfabetização na Idade Certa, promovido pelo Ministério da Educação em parceria com universidades públicas e os sistemas de ensino de estados e municípios. O curso, presencial, qualifica professores das redes públicas da educação básica que lecionam em turmas de alfabetização, do primeiro ao terceiro ano do ensino fundamental. Na primeira etapa do pacto, em 2013/2014, os professores receberam formação em letramento; na segunda, em 2014/2015, em matemática, curso que será concluído em março próximo, de acordo com informações da Secretaria de Educação Básica (SEB). O terceiro ciclo, que será desenvolvido em 2015 e 2016, vai abordar as demais áreas do conhecimento de forma integrada, com o objetivo de promover a educação integral das crianças.
De acordo com dados da coordenação de formação continuada de professores da SEB, dos 317.207 educadores inscritos no ciclo do letramento, 313.598 concluíram o curso; no ciclo de matemática, que está em fase final, 311.194 educadores estão em aula e devem finalizar a formação em março próximo.
A qualificação dos docentes alfabetizadores tem duração de 120 horas por ano, com metodologia que propõe estudos e atividades práticas. Os encontros são conduzidos por orientadores de estudos, que são professores das redes públicas a que os alfabetizadores estão vinculados.
O Pacto pela Alfabetização na Idade Certa é realizado por uma parceria que reúne quatro segmentos com responsabilidades compartilhadas: o Ministério da Educação, uma rede de universidades públicas federais e estaduais, as redes estaduais e municipais e os professores alfabetizadores.
São responsabilidades do MEC os encargos das bolsas de estudos pagas aos alfabetizadores e das demais bolsas – para educadores das universidades envolvidas na formação, aos coordenadores no pacto nos estados, Distrito Federal e municípios e aos professores orientadores dos cursos em cada município. Também é atribuição do ministério providenciar, produzir e distribuir cadernos de formação dos educadores e enviar material didático, paradidático, dicionários, obras literárias e jogos às escolas que tenham classes de alfabetização.

Cabe às instituições públicas de ensino superior que aderiram ao pacto – hoje elas são 41 e representam as cinco regiões do país – coordenar, supervisionar e qualificar os professores formadores. As tarefas dos estados, Distrito Federal e municípios que aderiram ao pacto são criar condições para que os alfabetizadores tenham acesso à formação continuada, designar coordenadores das ações do pacto em âmbito estadual e municipal e selecionar alfabetizadores experientes em cada rede para orientar os cursos.
As escolas também têm responsabilidades no Pacto pela Alfabetização na Idade Certa. Elas devem liberar os educadores para a formação, presencial, e fazer avaliação diagnóstica anual das suas turmas de alfabetização.
Fonte: Tribuna do Norte

sábado, 24 de janeiro de 2015

MAIS UM PRESENTINHO DA DILMA.

Preço médio da gasolina será de R$ 2,905 a R$ 3,496; SP tem menor valor
O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) divulgou no "Diário Oficial" da União desta sexta-feira (23), os novos preços de referência de combustíveis como gasolina, etanol e diesel nos 26 Estados e no Distrito Federal. Os preços, que são apenas referência, e não obrigatórios para os postos, passam a valer em 1º de fevereiro.
A nova tabela é divulgada quatro dias depois que o governo aumentou impostos incidentes sobre os combustíveis. Na segunda-feira (19), o novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, anunciou a elevação do Pis/Cofins e a retomada da Cide, ambos encargos que recaem sobre combustíveis, o que causou elevação nos preços.
São Paulo tem o menor valor de referência da gasolina (R$ 2,905) e do etanol (R$ 1,914). O Acre tem a gasolina (R$ 3,4962) e o etanol (R$ 2,9802) mais caros.
Outros exemplos: no Rio de Janeiro, o preço de referência do litro da gasolina é R$ 3,265, e o do etanol, R$ 2,556. No Paraná, a gasolina custa R$ 3,05, e o etanol, R$ 2,10.
Esses preços não são necessariamente os cobrados do consumidor na bomba de gasolina. Servem de base para o recolhimento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) feito pelas refinarias. O nome oficial é preço médio ponderado ao consumidor final.
Além da gasolina, a tabela  traz preços de referência para outros combustíveis, como querosene da aviação, etanol, gás natural veicular (GNV), gás natural industrial, óleo combustível, diesel e gás de cozinha.
O Conselho Nacional de Política Fazendária, que estabelece esses preços, é integrado pelos secretários de Fazenda, Finanças ou Tributação de cada Estado e Distrito Federal e pelo ministro da Fazenda.
Seu objetivo é evitar a guerra fiscal entre os Estados brasileiros, tentando estabelecer preços que equilibrem as situações regionais diferentes, considerando custos de produção e transporte de cada produto. Por isso em Estados onde há mais produção de etanol, como São Paulo, esse combustível é mais barato.
Fonte: http://noticias.bol.uol.com.br/

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

NOVA ESTRADA? NO MÍNIMO É ESTRANHO. ESPERAR PRA VER!

Nova estrada da Barra do Cunhaú: trabalhos a todo vapor
A Prefeitura Municipal de Canguaretama inicia 2015 com muitas ações. Uma delas é a nova estrada da Barra do Cunhaú, onde os trabalhos estão a todo vapor. O novo acesso, que vai ligar o conjunto Olho D’água à Avenida do Pontal, tem como objetivo melhorar a circulação de moradores e turistas na praia que é o cartão postal mais famoso da cidade. De acordo com a Prefeitura, a meta é tornar a nova estrada transitável já no Carnaval deste ano, para desafogar o trânsito no período que é o de maior movimentação local. O projeto do acesso alternativo é executado com recursos próprios da Prefeitura Municipal

Fonte: http://canguaretama.rn.gov.br/

Postagens antigas